fbpx

Cardeal Sarah nomeado para Congregação para Igrejas Orientais

O papa Francisco nomeou o cardeal Robert Sarah como membro da Congregação para as Igrejas Orientais no sábado dia 8 de maio.

ACI Digital | Terça, 11 Maio 2021 12:50
Cardeal Sarah nomeado para Congregação para Igrejas Orientais

A Congregação para as Igrejas Orientais, presidida pelo prefeito cardeal Leonardo Sandri, é o dicastério encarregado das igrejasa de rito oriental em comunhão plena com o papa.

O cardeal Sarah foi prefeito da Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos de novembro de 2014 a fevereiro de 2021, quando o Papa Francisco aceitou sua renúncia por limite de idade.

Sarah nasceu numa família humilde em 15 de junho de 1945 na antiga Guiné Francesa, hoje República da Guiné, ou Guiné-Conakry, na pequena aldeia de Ourous.

Aos 12 anos ingressou no seminário menor de Santo Agostinho de Bingerville, Costa do Marfim. No entanto, teve que deixar o seminário devido ao conflito entre a Guiné e a Costa do Marfim. Em 1962, começou a frequentar a escola pública de Kindia e, finalmente, conseguiu entrar num novo seminário onde se formou em 1964.

Em setembro de 1964 mudou-se para a França, onde ingressou no seminário maior de Nancy, mas as tensões políticas mais uma vez o interromperam em seu caminho. Os problemas entre a Guiné e a França obrigaram-no a mudar-se para o Senegal, onde estudou teologia em Sébikotane, de 1967 a 1969.

Foi ordenado sacerdote aos 24 anos, em 20 de julho de 1969. Em 13 de agosto de 1979, foi nomeado arcebispo de Conakry. Ele tinha 34 anos.

O papa São João Paulo II o nomeou, em 1º de outubro de 2001, secretário da Congregação para a Evangelização dos Povos. Em 7 de outubro de 2010, recebeu a nomeação de presidente do Pontifício Conselho “Cor Unum”. No mês seguinte, o papa Bento XVI o criou cardeal.

Em 23 de novembro de 2014, foi nomeado prefeito da Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos.