fbpx

A Paróquia São Paulo Apóstolo completou 20 anos

Fundada em 16 de dezembro de 2001 a paróquia celebrou no ultimo domingo (19) o seu Jubileu de Porcelana

Gutierrez de Jesus | Quarta, 22 Dezembro 2021 11:42
A Paróquia São Paulo Apóstolo completou 20 anos Gutierrez de Jesus

Como início dos preparativos para o grande dia da festa de aniversário de 20 anos a comunidade celebrou um tríduo preparativo. No dia 16 de dezembro, a paróquia contou com a presença do padre Paulo Roberto M. da Costa, que apesar de ser incardinado em nossa diocese, encontra-se atualmente como capelão da Marinha. Padre Paulo no decorrer dos últimos 16 anos visitou regularmente a nossa paróquia por ser um grande amigo pessoal do padre Francisco

Em sua homilia fez questão de falar sobre o imenso carinho pela comunidade: "Faço questão de sempre estar por aqui, mas quem realmente ajudou a construir essa comunidade como rosto de paróquia foi ele [Padre Francisco dos Santos]".

No segundo dia do tríduo a paróquia contou com a presença do padre Carlos Lozada,  responsável por elevar a comunidade, que na época era uma humilde capela, em paróquia.

Em sua homilia fez questão de relembrar a história da elevação: “Há 20 anos a comunidade era elevada a paróquia, eu lembro muito bem daquele dia [...], quando eu cheguei na paróquia Sagrado Coração de Jesus, tinha essa capela [São Paulo Apóstolo] e a São Francisco. [...] Até que um dia o Bispo [Dom Emílio Pignoli] me chamou e perguntou: “O que você acha da capela São Paulo se tornar paróquia?” Eu não duvidei: “Que coisa boa!”.  A comunidade acolheu  a propostas e abraçou com amor os trabalhos pastorais e sociais”.

No terceiro e último dia do tríduo a comunidade acolheu o Diácono Permanente Orlando Pereira.  Foi uma linda celebração, muito alegre, onde ele enfatizou todas as comunidades, dizendo que através do esforço de cada integrante é que é possível construir todo um território paroquial: “Nesta preparação para a festa de 20 anos, mais bonito que a festa é o esforço de cada um, durante todos esses anos, contribuindo. Cada um colocando um tijolo que permitiu a criação dessa comunidade. É assim que construímos o Reino de Deus, com essa dedicação, com essa demonstração de nosso amor a Deus."

E para finalizar com chave de ouro no dia 19, o Bispo Diocesano Dom Luiz Antônio Guedes ao lado do pároco de nossa Catedral Sagrada Família, padre Sandro Ely de Oliveira, o pároco e diácono da paróquia, Francisco do Santos e Diácono Orlando Pereira, celebraram não só as duas décadas, mas também o rito de benção da igreja e altar.

Nesta noite também, os Ministros Extraordinários da Sagrada Comunhão, antigos e novos foram investidos para o serviço do altar.

Em sua homilia Dom Luiz recordou sobre como é formada uma paróquia: “A igreja no Brasil através da CNBB (Conselho Nacional dos Bispos do Brasil) , estudando o documento de Aparecida de 2007, que foi aberto pelo Papa Bento XVI, que tratou da evangelização da ação da Igreja em toda a América Latina e do Caribe,  ensina o que deve ser compreendido como paróquia: ‘A paróquia e uma comunidade de comunidades.’”

E falou ainda sobre o ser igreja: “Nós que somos a Igreja Viva: vocês todos e os outros que não puderam vir. Sendo assim, é por causa de nós que aqui vivem em comunidade que essa construção recebeu o nome de igreja, ela se chama igreja por causa de nós e não nós que somos Igreja porque estamos aqui dentro dela.  Somos  nós que damos o nome, o nome do templo é derivado daquilo que somos nós, Igrejas Vivas”.

Ao final da celebração foi apresentado um vídeo contando um pouco sobre a história da comunidade São Paulo Apóstolo desde a sua elevação em 16 de dezembro 2001. Após esse momento, teve uma pequena apresentação das pastorais e movimentos existentes na paróquia com a montagem de um quebra cabeça.