Papa Francisco convoca oração pela unidade da Igreja

Campanha especial de oração neste mês de outubro visa promover a unidade da Igreja e a superação das divisões.

Redação | Domingo, 30 Setembro 2018 12:40
Papa Francisco convoca oração pela unidade da Igreja

No sábado, 29 de setembro, festa dos Arcanjos Miguel, Gabriel e Rafael, o Papa Francisco lançou o pedido para que os católicos do mundo inteiro se unam em oração invocando Nossa Senhora e São Miguel para que protejam a Igreja do demônio, que sempre quer provocar divisões entre Deus e entre nós. Segue abaixo o comunicado emitido pela Sala de Imprensa da Santa Sé sobre este pedido.

 

Comunicado da Sala de Imprensa da Santa Sé, de 29 de Setembro de 2018

O Santo Padre decidiu convocar todos os fiéis, de todo o mundo, para rezar o Santo Rosário todos os dias, durante todo o mês Mariano de Outubro; e a unir, assim, em comunhão e em penitência, como povo de Deus, pedir a Santa Mãe de Deus e a São Miguel Arcanjo proteger a Igreja do diabo que sempre busca nos separar de Deus.

Nos últimos dias, antes de partir para os Países Bálticos, o Santo Padre recebeu o Pe. Fréderic Fornos, S.I., diretor internacional da Rede Mundial de Oração pelo Papa, que lhe pediu que espalhasse seu apelo para todo o mundo, convidando a todos a recitar o Santo Rosário concluindo com a antiga oração “Sub Tuum Praesidium” (À vossa proteção) e com a oração a São Miguel, que nos protege e nos ajuda na luta contra o mal (cf. Ap 12,7-12).

A oração - disse o pontífice há poucos dias em uma homilia em Santa Marta, citando o livro de Jó - é a arma contra o grande acusador que “percorre o mundo procurando a quem acusar”. Só a oração pode derrotá-lo. Os místicos russos e os grandes Santos de todas as Tradições aconselharam, nos momentos de turbulência espiritual, de proteger-se sob o manto da Santa Mãe de Deus, pronunciando a invocação “À vossa proteção”.

A invocação “À vossa proteção” (Sub Tuum Praesidium) reza-se assim:

"À vossa proteção recorremos,
Santa Mãe de Deus,
não desprezeis as nossas súplicas em nossas necessidades,
mas livrai-nos sempre de todos os perigos,
ó Virgem gloriosa e bendita”.

Com esse pedido de intercessão, o Santo Padre pede a todos os fiéis de todo o mundo a rezar, para que a Santa Mãe de Deus coloque a Igreja sob o seu manto protetor: para preservá-la dos ataques do maligno, o grande acusador, e fazer-nos, ao mesmo tempo, cada vez mais conscientes das falhas, erros e abusos, cometidos no presente e no passado, e nos fazer mais comprometidos a lutar, sem hesitação, para que o mal não prevaleça.

O Santo Padre pediu também que a recitação do Santo Rosário durante o mês de Outubro se conclua com a oração escrita por Leão XIII:

”São Miguel Arcanjo,
defendei-nos no combate,
contra as maldades e as ciladas do demônio;
ordene-lhe Deus, instantemente o pedimos;
e vós, príncipe da milícia celeste,
pela virtude divina,
precipitai no inferno a satanás
e aos outros espíritos malignos,

que andam pelo mundo para perder as almas.
Amém.”

 

Texto original em: http://press.vatican.va/content/salastampa/it/bollettino/pubblico/2018/09/29/0707/01504.html