Paróquia São Francisco e Santo Estevão inaugura painéis em mosaico

Após um ano de estudos e cinco dias de instalação, no dia 13 de setembro mosaicos que retratam São Francisco e Santa Clara e ainda o Batismo do Senhor foram inaugurados com a presença do Bispo Diocesano.

Redação | Sábado, 05 Outubro 2019 18:27
Paróquia São Francisco e Santo Estevão inaugura painéis em mosaico Pe. Rodrigo Antônio

A Paróquia São Francisco e Santo Estevão, forania Campo Limpo, inaugurou no dia 13 de setembro, depois de mais de um ano, desde o início das pesquisas de viabilidade, dois mosaicos, o da direita no presbitério, retrata São Francisco e Santa Clara e a esquerda o Batismo do Senhor.

Os mosaicos foram obra do mosaicista Leonardo Posenato, da empresa Mosaico de Porto Alegre, que contou com a ajuda e estudo do artista Walter Wellington. Um dos mosaicos revela com impressionante riqueza de detalhes os santos São Francisco e Santa Clara de corpo inteiro, os detalhes impressionam e torna o painel uma forma única de conhecer esses dois grandes símbolos da fé, do amor ao próximo e aos animais e da vida dedicada aos mais puros e belos ideais existentes.

Na perspectiva do artista, São Francisco está olhando para a cruz de São Damião, Santa clara tendo um ostensório em uma das mãos e a outra palma posicionada para o céu em atitude de oração, tem sua cabeça levemente inclinada indicando submissão e obediência a São Francisco e a Cruz. São Francisco por sua vez também está em atitude de súplica e em movimento na direção a cruz. No arco os dizeres: São Francisco restaura minha Igreja, lembrando da inspiração que o santo recebeu para fundar a ordem e propagar a Igreja de Cristo.

Do outro lado o desenho, onde é possível ver uma pomba que desce do céu, simbolizando o Batismo do Senhor Jesus, já existia, mas feito em tinta, pelo artista Darci da cidade do Embu-Guaçu, “mantivemos o desenho original, nada foi mudado e a inscrição no arco em grego significa: Este é o meu Filho Amado no qual ponho todo o meu amor”, explicou o pároco. 

Durante os cinco dias da instalação quem entrava na igreja pode acompanhar o processo minucioso montado com milhares de pedras raras e diversas. A celebração de inauguração contou com a presença de padres da forania e o Bispo Diocesano Dom Luiz Antônio Guedes. O pároco, padre Alessandro Carvalho de Faria, iniciou a cerimônia agradecendo a presença de todos e apresentou o artista, que explicou sobre o processo de criação e do que se trata a arte em mosaico e contou ainda com a ajuda de um violinista, Herbert França, da cidade de Carapicuíba.

“Uma boa obra de arte sacra precisa de uma boa estratégia, precisa de estudo do estilo da Igreja para casar a iconográfica com os acabamentos já existentes no espaço litúrgico. É como arranjo musical, é preciso saber tocar a escala corretamente”, discursou Leonardo.

E falando um pouco sobre arte sacra em mosaico salientou que um dos porquês tem relação com o tempo, com a longevidade de obras deste tipo. “O mosaico e o tempo tem uma ligação muito forte, quando pensamos em um mosaico, imaginamos e de fato é assim, que seja uma obra que dure séculos, por que é algo robusto, feito de pedras. Além disso a arte do mosaico está ligado ao que é sacro por ser formada por milhares de fragmentos, como observamos aqui a imagem do santo e na natureza, nas coisas de Deus também é assim, uma junção de milhares de elementos formam a natureza e os seres”, completa.

E encerrando sua apresentação, antes da última apresentação musical, fez questão de agradecer a oportunidade de expressar a paixão pelo seu trabalho: “É o amor e o entusiasmo que me impulsiona para que eu consiga realizar uma arte que represente a identidade do lugar respeitando o recurso investido por tantas pessoas, como foi aqui”.

Padre Alessandro emocionado disse: “A Igreja é o espaço em que as pessoas se encontram com Jesus na Eucaristia, dentro do possível devemos fazer com que esse espaço ajude o povo a encontrar-se com Deus”.

IMG6949
MG6982
IMG6971
IMG6938
MG6993
MG6985
MG6984
MG6983
IMG7000
MG6977